Trabalhos manuais

Vó Nira sempre teve facilidade com trabalhos manuais.

Pintura, costura, crochê, tricô, bordados, flor de papel e outras técnicas que passou para suas filhas, filhos, netas e netos, com o intuito de levar adiante esse aprendizado.

A blusa de tricô que fez melhores amigas

 

Cinira fazia blusas de lã. Em certa ocasião vendeu peças coloridas (como essa da foto) para uma amiga e para a namorada de um amigo. As duas moças eram de São Paulo, mas não se conheciam e não chegaram a se encontrar em São Luiz do Paraitinga.

Tempos depois, as duas estavam na capital, no mesmo local, usando suas blusas e isso foi motivo de aproximação. Elas foram se falar achando engraçada a coincidência das roupas serem parecidas. Papo vai, papo vem, elas descobriram que a Vó Nira era a responsável pela confecção das peças e depois disso não se separaram mais. Até hoje são melhores amigas!

João Paulino e Maria Angú- os bonecões

 

Foi Elpídio dos Santos que ensinou Cinira a fazer os bonecões João Paulino e Maria Angú.

Quando eles estavam esquecidos em São Luiz do Paraitinga, foi a Vó Nira que voltou a confeccioná-los com corpo de vime e cabeça de jornal e cola de trigo.

 

 

 

 

Memorial da América Latina

 

Um casal de bonecos gigantes da artesã fez parte do acervo do Memorial da América Latina, em São Paulo.

Com a enchente que atingiu São Luiz do Paraitinga em 2010, as peças foram devoldidas para a família expô-las no Instituto Elpídio dos Santos e, em troca, foram doadas para o Memorial máscaras confeccionadas por Cinira com a mesma técnica.

Flores de papel

Quadro

Blusa de tricô

Máscaras

Maria Angú e João Paulino